março 2011


Dinheiro é como o marido rico.

Quem já for rica, aumentará as suas chances de dar certo com ele.

Quem correr atrás desesperadamente, o espantará.

Quem disser que o deseja mas não fizer nada para atraí-lo, dificilmente encontrará.

Quem fizer tudo para agradá-lo, se tornará sua escrava.

Quem não cuidar dele o perderá, pois a concorrência é grande.

A presença dele hoje em sua vida não garante que continue por perto amanhã, ele circula.

Quem o entender e analisar sofrerá menos por ele.

Estar com ele não é garantia de felicidade, quem já estava feliz antes pode ficar mais ainda.

Quem estiver de bem com a vida e com uma postura positiva facilitará o encontro, o reencontro e a permanência dele.

Faça a sua parte e quando menos esperar, pode aparecer uma oportunidade.

Agora só uma piadinha… Coloque ele para trabalhar para você!  Brincadeira, claro… 🙂

Anúncios

Informe-se no Infomoney:

Nova tabela do IRPF, com reajuste de 4,5%, está no DOU

Conta eletrônica ou de serviços essenciais? Veja a diferença entre uma e outra

Idec identifica práticas abusivas em academias 

Coaching ajuda a identificar os “sabotadores” dos investimentos

A operadora TIM oferece ligações gratuitas para o Japão até o fim de março para quem discar pelo 41.  Segundo o MSN Tecnologia, A NET já havia liberado o canal NHK para todos os assinantes e agora a TIM liberou as ligações.

O programa Globo Repórter de 18/mar/11  foi sobre finanças pessoais, apresentando vários casos reais, confira os vídeos no site G1. Eles tem acompanhado a construção de uma casa que agora finalmente ficou pronta, depois de mais de 10 anos!

Tem dicas sobre compras no supermercado, receitas do Sesi para fazer em casa, pequenas mudanças na rotina para economizar e organização da geladeira para ganhar espaço.

Um vídeo muito interessante para lembrar que somos responsáveis sim por tudo o que consumimos e descartamos, até mesmo no vaso sanitário…  Fiquei assustada com os números do esgoto não coletado / tratado.

Orientei insistentemente uma pessoa que ganha um salário mínimo a guardar 10% todo mês. Fazendo isso  regularmente já encarou 2 emergências importantes com esta reserva. Hoje chegou chorando com 500,00 em notas de 50,00 totalmente mofadas, economias de quase um ano. Ela resolveu guardar em um guarda-roupas esquecendo-se de que lá formava mofo, diferente do que eu recomendei, claro. Pediu para depositar na minha conta e eu sacar para ela, me oferecendo 50,00 – só se eu não tivesse nenhuma vergonha na cara!

Copiado do site do Banco Central: (vale à pena visitar)

3. As pessoas, físicas ou jurídicas, são obrigadas a receber cédulas rabiscadas, rasgadas e coladas ou faltando pedaço?

Não. Toda cédula danificada só vale para ser depositada, trocada ou utilizada para pagamento em estabelecimento bancário, que a enviará ao Banco Central para ser destruída.

4. Um pedaço de cédula tem valor?

Sim. Uma cédula que apresente nitidamente mais da metade do tamanho original em um único fragmento pode ser substituída, depositada ou utilizada em pagamentos diretamente na rede bancária, ou trocada no Banco Central.

2. Cédulas dilaceradas – são aquelas que se encontram com algum dano, podendo apresentarem-se inteiras ou fragmentadas, devendo, neste último caso, possuírem mais da metade de seu tamanho original em um único fragmento. Têm valor somente para depósito ou troca na rede bancária. Os bancos devem recebê-las do público e trocá-las por seu valor integral ou aceitá-las em depósito. Posteriormente, essas cédulas devem ser encaminhadas ao Banco Central para destruição.

O Estadão divulga que Grandes cidades têm 23.973 crianças de rua, diz censo.   Que triste isso!  Confira os comentários e depoimentos de Eliane Brum na revista Época em A guria dos sete .

Nem todas estas crianças são desabrigadas, muitas tem famílias com graves problemas e quando voltam para casa é só para dormir. Podemos fazer várias coisas mais eficazes do que dar esmolas: orientar, educar, dar oportunidades, estimular o estudo, conversar com a família.

Próxima Página »