O cartão é uma forma de pagamento arriscada.

1. Você digita apenas uma senha. Alguns poucos bancos pedem mais informações de controle como data de nascimento, coisa que também não é tão secreta assim…

2. O caixa de um estabelecimento comercial normalmente é filmado 24h e sua digitação de senha também será.

3. O pessoal da(s) fila(s) não mantém aquela distância mínima do caixa eletrônico do banco, fica fácil de ver o que você está digitando, além de seu nome, banco e conta.

4. Os atendentes nem sempre “lembram-se” de virar o rosto, alguns até se ofendem quando você olha para eles na hora da senha…

5. Na máquina ficam gravadas muitas informações importantes suas.

6. Nem precisamos mencionar os golpes e fraudes envolvendo cartões, coisa que você vê nos noticiários frequentemente.

Uma alternativa é cobrir a mão que digita com a outra mão. Você tem mais alguma sugestão?

Ainda não inventaram forma de pagamento mais anônima do que o dinheiro. Você pode entrar e sair sem que ninguém saiba nada de você.  Pagando com dinheiro você corre pouco risco de gastar demais, pois está vendo claramente o seu  limite.

As desvantagens são esquecer onde e em que gastou, além dos riscos de roubo e perda.

Calcule a quantia ideal para levar, procure sacar durante o expediente e no banco, guarde o dinheiro em lugares bem pensados. Ah, lembre-se de onde guardou, outro dia fiz uma “lavagem de dinheiro” sem querer, por ter esquecido umas notas no bolso da minha calça 🙂 Acostume-se a pedir comprovantes, sejam notas fiscais ou recibos e registre o gasto em um caderninho, celular ou agenda.

Anúncios