As diferentes embalagens dificultam muito nossa comparação entre os produtos e portanto dificultam uma decisão rápida e consciente. Vejam o caso do supermercado, onde o certo seria saber o preço por litro / kilo / metro / unidade, em cada embalagem ou na prateleira. Além disso, vale considerar a qualidade e o rendimento / concentração do produto, que podem variar bastante. Para quem acha que todos os produtos industrializados seguem um padrão mínimo de qualidade, pergunte a quem já visitou ou trabalhou em mais de uma indústria…

Tomemos como exemplo o papel higiênico e o suco pronto.

Rolos de papel higiênico podem ter 30, 50 ou 60 metros. Qual compra vale mais à pena – 8 rolos de 30 metros folha simples comum por 4,72 ou 4 rolos de 50 metros folha dupla macia por R$ 6,92?  O simples custa 2 centavos por metro, mas você precisa usar o dobro da quantidade enquanto o macio custa 3 centavos o metro mas rende mais e talvez você possa usar como lencinho para acudir gripes e alergias por ex.

E na hora de comprar o suco, você preferiria um concentrado por 11,00/litro ou pronto por 5,00/litro, sabendo que a maioria dos sucos tem corante, espessante e aromatizante (incluindo os concentrados)? Você estaria disposto a pagar mais por um produto natural ou por um sabor exótico do Nordeste? Você acha que vale à pena pagar mais por um produto light ou diet mesmo sem ser diabético ou obeso?

A quantidade de opções nos confunde, chegue ao supermercado com algumas ideias já formadas e procure saber o preço por unidade. Minha maior surpresa foi constatar que nem sempre as embalagens de maior quantidade são realmente mais econômicas, acontece de serem do mesmo preço ou até mais caras… Compare!

Anúncios