Truques do comércio no infográfico interativo do UOL Economia.

Neuromarketing: veja técnicas usadas pelo comércio para “enganar o cérebro” e fazer o cliente gastar mais…

Fique esperto!

Anúncios

A revista Mente e Cérebro analisa nossas reações diante de uma liquidação afirmando que “Comprar envolve uma competição de circuitos cerebrais entre o prazer de adquirir um objeto e a dor de pagar por ele”.

Deus permita que, só por hoje, eu não explore nem seja explorada…

Uma das contradições financeiras mais comuns é a pessoa pagar uma fortuna em uma bolsa, carro, celular, supervalorizando estes objetos, porém… DESVALORIZAR os serviços dos profissionais que a atendem: pechinchando, atrasando o pagamento, exagerando nas exigências, tratando mal, pagando o mínimo possível, cancelando ou desmarcando em cima da hora, afirmando que ele não precisa. Coisas dão status, a pessoa pode mostrar, ostentar e ficar olhando para elas, enquanto o serviço é abstrato, o lado infantil dela não reconhece bem o abstrato. Ainda que o resultado deste serviço seja bem visível e concreto, ainda que a ajude a viver melhor, ela não retribui isto ao prestador deste serviço. Pelo contrário, o prejudica.

Isto também faz parte do consumismo, que nos leva a desejar tudo o que vemos e ouvimos falar: o serviço de um profissional competente? Eu quero! Um cachorrinho fofinho? Vou levar! A roupa da moda? Agora mesmo! Uma linda casa bem espaçosa? Eu mereço! Todos os acessórios possíveis no meu carro? Preciso! Mas com que dinheiro vou pagar o profissional? E depois, como irei manter a casa? Terei tempo para educar meu cachorro e cuidar bem dele por uns 15 anos? Vou mesmo usar esta roupa para justificar o preço? Este carro é o mais adequado ao meu estilo de vida? Agir por impulso, sem pensar nas conseqüências para nós e para os outros e pensar que cartão de crédito cria dinheiro são coisas de criança. Enquanto fizermos isso, nossos filhos, sobrinhos e empregados nos imitarão.

Segundo Aldo Novak, a nossa sombra é muitas vezes uma criança birrenta, que grita “Eu quero agora!”  Ele diz que “SONHAR É TER ALEGRIA COM LASTRO”.

… na vida real

 Dormi mal, fui obrigada a sair da cama para colocar mais um cobertor e novamente, já arrependida do otimismo, levantei para colocar meias. Ao acordar, bastou a mão para fora do cobertor para dar um espirro e congelar a vontade de levantar.  Algumas horas depois, ao descobrir que havia chegado ao trabalho 10 minutos adiantada e tinha alguma folguinha de caixa, pronto…  Que “coincidência”, bem neste dia congelante as lojas todas colocam os casacos mais quentes, os cobertores mais peludos e os aquecedores em oferta bem na porta me puxando como ímã, aquela palavra PROMOÇÃO parecia piscar em neon! 

O blog Inteligência Financeira adverte: o frio pode ser prejudicial à saúde financeira!  Para quem odeia o frio e adora o conforto, passar em frente às vitrines com cartão, $ ou cheque em dias como esses traz o mesmo risco de ir ao mercado com fome. Até porque esses produtos não são exatamente baratos.