Um urso invadiu a loja de doces e a lojista aproveitou para fazer um marketing diferente!

Assista ao vídeo da BBC.

O fliperama de papelão construído por Caine, um menino inteligente e com espírito empreendedor, não fazia muito sucesso, até que um adulto resolveu incentivar.

Conheça essa história sensacional no Porvir.

Quem já construiu brinquedos, brincou de artesanato ou explorou a natureza sabe que é uma delícia, assista o vídeo do projeto Território do Brincar e entre no clima:

assista ao lindo vídeo do fotógrafo Dewitt Jones sobre a criatividade!

 

A HSM trouxe alguns exemplos de empresas grandes que usam desenhos simples como os de guardanapo, imagens para transmitir ideias, em grandes projetos e assuntos muito sérios. O estranho é que em um artigo sobre imagens, as imagens não estejam lá na versão online, você pode vê-las por aí como neste blog.

Um livro sempre citado neste assunto das ilustrações é o The Back of the Napkin. Cliquem nos guardanapinhos para ver min-tutoriais (em inglês) sobre como iniciar um desenho deste tipo bem simples.

Sensacional mesmo é o New York Times que tem uma página inteira só de figurinhas destas sobre investimentos e finanças.

Depois do menino que vendeu desenhos para pagar o tratamento de câncer, agora uma
Menina de 11 anos levanta US$ 200 mil para Golfo do México vendendo desenhos!

Soluções alternativas que vi recentemente, para ilustrar que nem tudo precisa ser feito da maneira convencional.

1.  Menina do ensino fundamental com dificuldades em várias matérias, a mãe não conseguia ajudar nem com a lição de casa e não tinha como pagar aula particular. Combinou com uma vizinha adolescente, que tem boas notas no ensino médio, ela vai lá 2 vezes por semana fazer um reforço escolar a um preço que ficou bom para as duas.

2. Parente que precisava fazer um curso mas não tinha como pagar, combinou de fazer 2 vezes por semana alguns serviços domésticos na casa dos primos em troca da mensalidade do curso.