Você sabe como resistir aos apelos da propaganda?

É sobre isso o excelente texto do MPF (Ministério Público Federal), cuja origem é a cartilha do IDEC + Inmetro, todos são instituições ligadas aos nossos direitos.

  A marca de refrigerantes Dolly criou um personagem fofinho para propagandas direcionadas para as crianças, infelizmente. Cada data comemorativa ou estação tem um novo jingle daqueles que grudam na memória…

Teoricamente são cenas inocentes e músicas doces, só que justamente vindo de um produto que está sempre nos primeiros lugares entre as piores coisas do mundo para se consumir – refrigerante! Será que deveria haver propaganda de refrigerante para crianças?

No vídeo de verão o Dollynho dá conselhos saudáveis, incluindo “tome muito líiiiquido”. Uma criança ingênua que é mais emocional e entende tudo literalmente pensará logo em beber refrigerante, claro…

Excelente texto sobre a diferença entre querer e precisar e o que o marketing tem a ver com isto no blog Por Uma Vida Mais Ordinária.

“O marketing não cria necessidades. A necessidade já existe na gente. O marketing apenas se aproveita disso. E se aproveita muito bem, diga-se.”

Se você gosta demais de comprar, aprenda vendas e marketing

Faça isto primeiro para ver o outro lado da mesma moeda, sempre muito importante. Descubra porque dizem que o produto mais vendido do mundo é a ilusão. A ilusão de ser mais do que se é: uma pessoa mais bonita, poderosa, feliz, rica, estilosa, descolada e saudável. Sim, pode-se comprar beleza, poder, riqueza, alegrias, estilo e saúde, mas só até certo ponto e desde que você tenha dinheiro para isso. Nos cursos de vendas e marketing ficará mais claro para você até onde é verdade e onde começa o exagero e a maquiagem da verdade. Desde quando alimentos light ou diet são necessariamente mais saudáveis? Você ja reparou nos transtornos causados pela troca anual das roupas e acessórios, do carro, dos móveis, do celular e do computador? Será que o benefício associado àquele produto ou serviço que você está adquirindo não seria uma ilusão que vai lhe causar muita frustração?

Conhecer os scripts de vendas é obrigatório para quem costuma cair no consumismo. Algumas pessoas sentem-se enganadas e arrependidas ao perceber o tamanho da influência que palavras, sons, cheiros e imagens exerceram sobre ela e a fizeram gastar mais do que deveriam. Dali em diante, elas já estarão mais espertas e fortes, aptas a negociar com um vendedor com mais igualdade. Entendendo melhor como funciona a técnica de vendas, você poderá fazer  compras melhores e mais conscientes. Quando atacado por um esquema tático agressivo de vendas (isso é bem mais comum do que supomos) você terá mais condições de defender-se. Quando chantageado por situações que provocam suas emoções, você terá mais facilidade de reconhecer a manipulação e será menos frágil a ela. Quando abordado por um vendedor chato e despreparado, você terá mais paciência com ele, enxergando o ser humano que está trabalhando duro e merecendo o seu respeito, mas talvez não o seu dinheiro.

Mesmo que você não seja consumista, saber vender é essencial. Aprenda sobre isto de qualquer maneira, em livros, cursos e na prática. Todos nós deveríamos aprender a promover, já que dificilmente alguém passará uma vida inteira sem ter que vender algum produto, serviço ou ideia e negociar. O marketing está em tudo, convivemos com ele o tempo todo, precisamos conhecê-lo e fazer uso dele de maneira consciente e ética. Vender pode ser ajudar o cliente, conhecer pessoas surpreendentemente interessantes, fazer negócios em que todos saem ganhando, superar a vergonha, seguir em frente depois de ser contrariado, persistir depois de ser rejeitado, aprender profundamente sobre o produto ou serviço que você vende, contornar obstáculos, ajudar a empresa a crescer, acompanhar os resultados da sua venda. Enfim, promover alguma coisa e vencer pode ser sim super divertido.

Milton Jung também é contra a ideia de ter propagandas dando ordens para as crianças, leia no blog dele na CBN.

Um urso invadiu a loja de doces e a lojista aproveitou para fazer um marketing diferente!

Assista ao vídeo da BBC.

Vamos continuar o debate porque ainda temos muitas questões a serem resolvidas, certo? A Folha analisa a regulamentação da publicidade infantil em diversos países e os índices de obesidade no Brasil. “O tema vai ser discutido nesta quinta na Câmara dos Deputados, em um seminário na Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Na pauta, os projetos de lei parados no Congresso sobre regulação de publicidade infantil.”

O Infância Livre de Consumismo convida a quem estiver em Brasília para participar de um seminário no dia 09 de agosto.