Luiz Amorim divulga os livros de uma forma criativa e muito eficaz! Engraxate e açougueiro não gostam de ler?

Veja no site dele – T-Bone – e no vídeo abaixo que iniciativa bacana.

O fliperama de papelão construído por Caine, um menino inteligente e com espírito empreendedor, não fazia muito sucesso, até que um adulto resolveu incentivar.

Conheça essa história sensacional no Porvir.

Alerta importante do Clube dos Vira Latas

Muita gente não sabe, mas a Páscoa representa um grande pesadelo para muitas entidades de ajuda aos animais, devido à maciça venda de coelhos como presente e seu posterior abandono. Levados pelo impulso, muitos pais acabam comprando coelhos para seus filhos, sem conhecer a natureza destes animais.
Portanto, antes de optar por comprar ou mesmo adotar um coelho, existem algumas coisas que você deve saber:
• Coelhos vivem entre oito e dez anos, o que torna a adoção um compromisso de longo prazo. Eles exigem cuidados veterinários regulares, muitas vezes, de especialistas, que podem custar caro.
• Crianças, muitas vezes, querem um coelho para pegar no colo e fazer carinho. Porém, por natureza, a última coisa que um coelho quer é ser apanhado. Coelhos são animais de presas e apanhá-los ou segurá-los no colo, pode lhes dar a sensação de terem sido capturados por um predador. Por isso, eles podem morder e arranhar fortemente na tentativa de se soltar, ferindo crianças e adultos desavisados.
• As costas de um coelho são muito frágeis e uma pequena queda pode lhe causar sérios ferimentos. Por isso, coelhos não são aconselhados para crianças menores de oito ou nove anos.
• Coelhos gostam de roer coisas. Cabos e fios espalhados pela casa serão certamente alvo de seus dentes, podendo trazer prejuízos financeiros, além do risco de morte dos mesmos pela eletricidade.
 • Coelhos não vivem bem isolados de outros coelhos. Tornam-se tristes e deprimidos. O ideal para uma família que resolva criar um, é dar lhe um companheiro e bastante espaço.
• A reprodução de um coelho é muito rápida. Sua puberdade ocorre aos 120 dias de vida e sua gestação tem duração de apenas 28 dias. Em uma única ninhada, nascem de 7 a 12 filhotes e a fêmea volta a entrar no cio 14 dias após o parto.
• Como todo animal, o coelho precisa de comida e água, mas feno é importante para eles também.
• Coelhos, como pessoas, não gostam de gaiolas e ficam deprimidos quando são obrigados a viver em uma.
Por tudo isso, pense muito bem antes de comprar um coelho para seus filhos ou para si. Lembre-se que você estará assumindo a responsabilidade por uma vida, que sempre será dependente de você.
Compartilhe esta informação e ajude a salvar milhares de coelhos.
O Clube dos Vira-Latas agradece.

O trabalho voluntário é um favor aos outros e a si mesmo. Para começar, inspire-se nas histórias a seguir, pegue um dado e siga as casas do desenho. É fácil ajudar!

E se a gente vivesse sem dinheiro? Por um mês, a Bia tentou não pôr a mão no bolso. E, assim, vivendo na pindaíba, ela descobriu o real valor do que consome, veja o relato dela em Minha vida sem grana.

Em um mundo onde tudo já está pronto e à venda, parar e encontrar tempo para produzir algo por si mesmo Com a mão na massa pode ser fonte de satisfação e de relaxamento.

Em Graças à vida leia como ser grato ajuda a lembrar que a vida é boa e vale a pena ser vivida. Tão elementar quanto a existência, ela fortalece nossas relações e nos dá a melhor vida possível.

O segundo homem mais rico do mundo é considerado o mais generoso de todos. Entenda porque no texto do Estadão.

Em Londres o The People’s Supermarket é colaborativo.

Ele reduziu o lucro e inovou em todo o processo, veja que brilhante!

O Estadão alerta para uma coisa que todos os consumidores espertos já perceberam: a maioria dos objetos é fabricada com data para “morrer”. Então, além de você ser pressionado a querer, você é obrigado a trocar de modelo mesmo que não queira. Foi produzido um documentário sobre isto, chamado The Light Bulb Conspiracy, confiram o trailer no final do texto.